RinoGas

sexta-feira, fevereiro 11, 2005
sobre o mudo e o buraco

O mudinho tinha uma mania quase que incontrolável de olhar pro céu. Nem bem colocava o pé na rua e ato contínuo já apontava a carantonha pro alto, como se tivesse perdido alguma coisa no meio das nuvens. Um certo dia, andando por uma típica rua de São Paulo, caiu dentro de um buraco de vinte e sete metros de profundidade. Ficou ali por trinta e dois dias, só olhando pro buraquinho lá em cima. Viu o céu de dia, de noite, com nuvem, sem nuvens, chovendo, seco e sem chuva; matou toda toda curiosidade de olhar pro céu. E morreu de frio, sede e fome, não necessariamente nessa mesma ordem. Mas o que importa é que morreu, e seu esqueleto foi ironicamente encontrado de cabeça pra baixo.