RinoGas

quarta-feira, fevereiro 16, 2005
sobre a cegueira da visão

Afinal, todos nascemos cegos e vamos aprendendo a enxergar pelo olhar dos outros, bem devagazinho. É de pequeno e através dos coleguinhas que se aprende o bonito e o feio, o bem e o mal, a verdade e a mentira. Sendo que a grande maioria fica por aí, sem concluir a lição, sem o ápice que é justamente a hora de aprender a ver a si mesmo. E então os míopes, com o olhar vazio sempre sempre evitando contato visual se reproduzem como baratas ou ratinhos para tomar conta do mundo, e ó, eu juro que é assim que começa o apocalipse.
Gente que aprende a fechar os olhos, não completamente, mas o suficiente para parecer, pra quem olha de fora, que estão bem fechadinhos; quando na verdade estão com eles suficientemente abertos para espiar por duas fendas minúsculas. E essa gente que não olha pro lado, que nunca nunca olha no olho, mas que acha um espelho a coisa mais irresistível do mundo, olham com verdadeira incredulidade e mal podem crer no que está ali diante dos próprios olhos na tela de prata, principalmente na cara de pau com que dizem: Bem, meu maior defeito é minha sinceridade.