RinoGas

segunda-feira, dezembro 06, 2004
sobre dignidade e palavras demoníacas

Dessas pessoas que se sentem como com uma missão celestial de domesticar o mundo. Bradando com o punho cerrado e o braço em riste, palavras de ordem. Vez por outra batem no peito em meio ao pranto, babando e cuspindo todas as pseudo-verdades dramáticas da vida.

São dotados de uma ignorância levemente desdenhosa. Amedrontados da vida e de certas palavras que crêem ser um tanto demoníacas. Que temem um mistério até o último fio de cabelo, mas não sentem a menor necessidade nem interesse algum de desvendá-lo.

Têm cristalizadas dentro de si que algumas simples palavras são portadoras de toda sorte de mal e destruição. Palavras que foram segregadas e confinadas num cantinho escuro de suas consciências. Só de escutar censura, fascismo ou hegemonia já ficam todas ouriçadas. Alguma coisa monstruosa desperta dentro e nem percebem o sentido lógico em que tais colocações foram usadas. Qualquer coisa que vier junto dessas se encaminha direto pro limbo das idéias que devem ser terminantemente abominadas. Ditatorialmente.

Eu tenho vontade de rir quando vejo. É inevitável, acho engraçadinho. Uma sensação de comicidade lúgubre. Gente que a mim me parece com o objetivo de vida aparecer em algum comercial dizendo: Sou brasileiro e não desisto nunca.

ilustração: lynchsurf